As vias ferratas são itinerários de montanha protegidos, total ou parcialmente, com um cabo, o qual tem a função de evitar que o desportista caia e de ajudar, se necessário, à progressão.

As vias ferratas também se encontram equipadas com distintas ancoragens, como por exemplo degraus, pontes e tirolesas, que permitem uma progressão diversificada, relativamente mais fácil que uma escalada e, sobretudo, mais segura.

TÉCNICAS DE PROGRESSÃO

Durante toda a progressão o desportista deve estar sempre preso ao cabo de aço de segurança — a linha da vida — através de dois mosquetões que integram o conjunto dissipador, peça de equipamento obrigatória, juntamente com o arnês e o capacete.

NORMAS DE SEGURANÇA

Praticar esta modalidade exige conhecimentos de técnicas específicas sem os quais não deve realizar a mesma. Deverá fazer-se acompanhar de alguém devidamente capacitado para enquadrar a atividade.

“Elaboramos projecto de vias ferratas e fazemos a instalação segundo as normas UIAA.”